Exercícios Combinados de Quadril e Joelho

Agachamento Com Barra

O agachamento é considerado um dos melhores exercícios de musculação. Ele é muito eficiente em desenvolver os músculos anteriores e posteriores da coxa. Porém, este exercício é associado a diversos tipos de lesões, principalmente da coluna vertebral, que na maioria das vezes são causadas por uma técnica de execução precária e/ou por falta de estrutura muscular das articulações mais exigidas.
img

Análise Biomecânica do Exercício

Os maiores braços de momento da resistência para as duas articulações acontecem na posição de flexão.
Se o executante fizer o exercício com todo o pé apoiado no chão, a manutenção do equilíbrio só é conseguida na fase excêntrica, pela projeção do tronco anteriormente (flexão do quadril). Isto causa um aumento do braço de momento da resistência no quadril, com concomitante diminuição no joelho, favorecendo a participação dos músculos glúteo máximo e isquiotibiais.
Com o aumento da flexão do quadril, o braço de momento da resistência na coluna lombar fica maior, aumentando a ação dos extensores da coluna e os riscos de lesão. Nesta posição, a força da contração dos extensores da coluna, além de preservar a postura da mesma, aumenta o componente translatório de compressão dos discos intervertebrais. O aumento do braço de momento mais a força dos extensores pode fazer as forças compressivas na coluna lombar serem até mais de dez vezes o valor do peso que está sendo levantado.
O iniciante não tem uma estrutura muscular (principalmente nos extensores da coluna e abdominais) nem articular para sustentar estas forças translatórias, tornando-o suscetível à lesão.
A insuficiência passiva do gastrocnêmio pode impedir o deslocamento anterior da tíbia (dorsiflexão) durante a fase excêntrica. Isto aumenta o grau de flexão do quadril para manter o equilíbrio e, conseqüentemente o risco de lesão da coluna aumenta.
A coluna deve ficar na posição anatômica (com a curvatura normal da região lombar) durante toda a amplitude do movimento. Esta posição diminui a compressão anterior do disco interverbral, se comparada ao exercício realizado com a coluna lombar em flexão.
Se o executante, apoiar o calcanhar numa pequena plataforma ao executar o agachamento, o equilíbrio é mantido durante a fase excêntrica do movimento, sem que o tronco precise projetar-se anteriormente (flexão do quadril). Isto faz com que o braço de momento da resistência seja maior para o joelho 40 que para o quadril, aumentando, assim, a participação do quadríceps.
O braço de momento da resistência para a coluna também diminui nesta posição, diminuindo as forças compressivas causadas pelo torque excessivo. Porém, apesar de não haver torque na coluna, o próprio peso coloca sobre os ombros gera um componente translatório de pressão na coluna, principalmente na região lombar.
A insuficiência passiva do glúteo máximo (no momento de maior flexão do quadril) pode favorecer a retroversão da pelve e a conseqüente flexão da coluna lombar. Esta postura da coluna diminui a capacidade dos extensores e aumenta os riscos de lesão. Neste caso, o executante deve realizar o exercício com pouca flexão do quadril, até que consiga aumentar a elasticidade muscular através de alongamentos específicos.
~os...extensOIes da coluna lombar (paravertebrais) ~,2(arem_a
~elve ,na posição anatômica, ql!allW o glúteo se cQntrai para estepjecQ. quadril,.il12rimeira_tendência de movimento será de retrovers~o
<!,a.p.clve.Como á~retroversão da _p~eJ.yeé seguida pela flexão..s!~
c..o..l.una, os riscos de lesão nesta articulação aumentam.
Este exercício exige grande participação dos estabilizadores, se comparado aos exercícios de agachamento em aparelhos. Isto deve ser
considerado no momento de prescrevê-Io para um hipertenso, por exemplo.
Se o executante não possuir uma mínima hipertrofia da porção superior do !p_úJ>cuJo trap~ÚQ,2l?~F.Ea ..EodeEres~ionar rami!icações do píexo braquial.

Agachamento Horizontal com aparelho

E.M.
.]
;;;&#39;- (joelho) - ~
~ ---- ~ LAR. E.M. -- (quadril)
~II I
I - -- E.M.
JUI--f ------- r(joelho)
11 - .L "~ "
.~.---- - L.AR. E.M.-- Fig.5.2a Fig.5.2 b.
Análise biomecânica do exercício
Os maiores braços de momento da resistência ocorrem quando o joelho e o quadril estão em flexão.&#39; "
Este aparelho ~ão exige equilíbrio,. eliminan.dü._as.sim,-a_as_ãQd,o.s
~res.
- Não há braço de momento e, portanto, torque na coluna. Isto aumenta a segurança e diminui o risco de lesões desta articulação.
Os componentes translatórios são de compressão articular durante toda a amplitude do movimento, tanto para o quadril quanto para ojoelho.
O local onde os pés são colocados, na plataforma, previne uma flexão
muito grande do joelho. Isto aumenta a segurança do exercício para esta articulação, porém, impede a completa extensão do quadril.
Apesar de ser mais seguro, este exercício não é realizado com a mesma amplitude de movimento que o agachamento com peso livre.
.Agachamento com afastamento lateral
~II II~
Este exercício é uma variação do exercício de agachamento convencional. O afastamento lateral favorece ~ão dos músculos adutores
~ m.QyÜ:nento , I
B.M.R. I I,
B.M.R. LAR. E.M. Fig. 5.3 a Fig.5.3 b
Análise biomecânica do exercício
o maior braço de momento da resistência acontece a 90° de flexão do joelho.
Os componentes translatórios são de compressão durante toda a amplitude do movimento.
- Por causa do grande afastamento lateral necessário para que o joelho não ultrapasse 90° de flexão, a amplitude do movimento é limitada. Como não há projeção do tronco para frente, não há torque na
coluna porém, b peso da barra gera uma força translatória, que comprime os discos intervertebrais.
Q I!!9vi~nto r.eali~do neste exercício é, de cadeia cinemática fe~
~. Quando ~a contração do quadríceps, em ~7. rl.~_iUibja d~slo.f~t;;.~<an:;teriormel!!l;, 12 remur que se movimenta, !2..o.!ill!o.e.. eé esÊ fuc.2n..2..,chão.Como a extremidade proximal do remur também está relativamente fixa, qU.a.I1..@acontece a contração do
~dríc~ps+ a..ex:trernida_d~di§taldo reIIlUl:~a exg-emida~e pro;cimal
d.a..--tíbia se deslocam...p.osteriormente, causando a extensão do joelho. Quando o remur se desloca posteriormente, o quadril indiretamente
realiza extensão e adução. Por isso, se o executante só se concentrar no joelho, durante a execução deste exercício, o quadríceps
pode realizar a maior parte do movimento sem que haja muita participação dos adutores e extensores do quadril.
- A mesma coisa acontece com o quadril. Se o executante se concentrar em estender e aduzir o quadril, a extremidade distal do remur se deslocará para trás e para dentro. Este movimento também estende
o joelho, pois o pé está fixo no chão. Por isso, se b -executante possui uma grande capacidade de concentração, este exercício pode ser realizado com uma grande ênfase no joelho, no quadril ou nas duas articulações ao mesmo tempo.
- Para que o maior trabalho seja dos músculos do quadril, o executante deve concentrar-se em aproximar um remur do outro. Ao
realizar este movimento, o joelho estende automaticamente, por
fazer parte de uma cadeia cinemática fechada.
- Para que o maior trabalho seja do quadríceps, o executante deve concentrar-se em estender o joelho. Com a extensão do joelho, o Exercícioscombinados 87
quadril estende e aduz automaticamente, por fazer parte de uma cadeia cinemática fechada.
Uma insuficiência passiva dos adut<?res do quadril pode limitar a amplitude do movimento e forçar o joelho no sentido da posição
valga (tíbia abduzida em relação ao remur). Nesta situação, a articulação do joelho fica muito suscetível à lesão.
A colocação dos pés, apontando para fora, deve ser realizada através de uma rotação lateral do quadril e não, do joelho. Quando a
rotação acontece no quadril, o joelho realiza flexão e extensão, da mesma forma que na posição anatômica, diminuindo os riscos de lesão para esta articulação.
. Lunge (avanço)
Este é o exercício no qual a articulação do quadril consegqe realizar a maior amplitude de movimento. Este exercício também é muito efetivo para o desenvolvimento dos músculos do joelho, quando executado corretamente.
E.M.I I
I I I+ I
LAR.
Fig. 5.4 a Fig. 5.4 b.
Análise biomecânica do exercício
- O maior braço de momento da resistência para o joelho da perna da frente acontece na posição de flexão.
- Este exercício deve ser executado com afastamento posterior. O afastamento anterior cria uma certa inércia para o remur, que tende a continuar o movimento para frente, quando a tíbia se fixa no momento em que o pé toca o solo. Este movimento cria um grande estresse para os ligamentos (principalmente o ligamento cruzado posterior) e para tendão patelar.
- Todas as forças translatórias causadas pelas contrações musculares são de compressão articular por toda a amplitude do movimento. Quando o executante projeta o tronco para frente, na fase excêntrica do movimento, o braço de momento da resistência aumenta na articulação do quadril e diminui na articulação do joelho. Assim, aumenta o trabalho dos músculos glúteo máximo e isquiotibiais da perna que ficou à frente. Nesta situação, o braço de momento da resistência para a coluna também aumenta, favorecendo o aumento das forças compressivas nesta articulação.
Se o executante mantém a postura da coluna ereta e concentra o
peso na perna que afastou para trás, somente o quadríceps realizará o movimento sem qualquer participação dos extensores do quadril
desta perna. Na perna que ficou à frente, o trabalho também é maior para o quadríceps.
- Este exercício exige mais equilíbrio do que o agachamento convencional. A vantagem deste exercício, em relação ao agachamento, é com
relação às sobrecargas utilizadas. Como o movimento enfatiza uma perna de cada vez, as sobrecargas utilizadas podem ser menores que as do agachamento, porém, o estímulo continua sendo grande. Esta diminuição da sobrecarga também diminui as forças translatórias de compressão da coluna.
- Da mesma maneira que no agachamento, a insuficiência passiva do glúteo máximo pode causar a retroversão da pelve.
- A pelve não deve realizar inclinação lateral em nenhum momento do movimento. A inclinação lateral da pelve (para baixo, no lado da perna que se desloca posteriormente) causa uma flexão lateral da coluna lombar. A compressão do disco intervertebral aumenta no lado da concavidade da curvatura, aumentando o risco de lesão. A manutenção da postura correta da pelve é realizada pela contração dos abdutores do quadril (da perna anterior) e dos flexores laterais da coluna (do lado da perna posterior).
- Uma hipertrofia do músculo trapézio (porção superior) também diminui o risco de compressão de ramificações da medula espinhal, neste exercício.
- A insuficiência passiva do reto femural ou do iliopsoas da perna de trás pode causar uma anteversão da pelve, com concomitante hiperextensão da coluna lombar.
. Leg Press horizontal
LAR. Fig.5.5 a E.M. E.M. E.M. Fig.5.5 b
Análise biomecânica do exercício
o maior braço de momento da resistência acontece ~d~o ioe- Ih..9YJUIuadri) estão flexionados.
Como o quadril fica em flexão logo no começo do exercício, este
exercício tem uma amplitude de movimento limitada para esta articulação. Uma maneira de aumentar a amplitude de movimento do
quadril é colocar os pés no apoio de cima.
- Da mesma maneira que no agachamento com afastamento lateral, a concentração tem um papel importante na participação mais efetiva dos músculos envolvidos.
Se o executante concentrar-se em realizar a extensão do quadril, o joelho fará extensão, porque os pés estão fixos no apoio do aparelho. Desta maneira a participação dos extensores do quadril aumenta.
Se o executante se concentrar em estender o joelho, o quadril também fará extensão, porque a extremidade distal da tíbia não se movimenta anteriormente, por causa dos pés fixos no apoio do aparelho.
- Uma insuficiência passiva dos isquiotibiais pode limitar a extensão do joelho. Neste caso, é necessário melhorar a elasticidade destes músculos, através de exercícios de alongamento.
- Uma fraqueza dos extensores da coluna lombar pode permitir que a pelve realize uma retroversão, quando os glúteos e isquiotibiais se contraem para realizar a extensão.
- A distância do banco deve ser uma em que o executante não realize uma flexão muito grande do quadril e do joelho. Esta posição também causa retroversão da pelve com concomitante flexão da coluna lombar, deixando-a suscetível à lesão.

Retornar